Secretário-geral da CBF prevê retorno do futebol com portões fechados e descarta Brasileirão em mata-mata.

Segundo entrevistas concedidas às Rádios Grenal, Transamérica e ao canal esporte interativo, o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, revelou o que vem sendo debatido entre a Confederação Brasileira de Futebol e os clubes em relação ao retorno e ao futuro das competições, que com a pandemia global do coronavírus aterrorizando o mundo, fez com que campeonatos de diversas áreas fossem suspensas. E acabou causando uma grande confusão em questão do calendário, mas a CBF não pensa em uma mudança drástica.

Walter Feldman negou qualquer mudança de formato do Campeonato Brasileiro, nem mesmo uma possível adequação ao calendário do futebol europeu, como vem sendo muito comentado por digitais influencers e amantes do futebol.

“Por ora, sem mudança. O pessoal tem perguntado de adaptação ao calendário europeu e não existe nada em relação a isso. Pensar em mudança do formato, também não. Até porque qualquer decisão de mudança tem que ser tomada em conjunto com os 20 clubes da série correspondente. Então, a CBF não pode anunciar nada. Quem decide são os próprios clubes. Mas nós achamos que, neste momento não é colocada essa pauta. “, comentou Feldman.

Atualmente, todas as competições no Brasil, incluindo os Estaduais e os torneios das categorias de base, estão paralisados e sem data para retornarem. Mesmo assim, segundo o Secretário-geral, a tendência é que o calendário seja “preservado”.

Walter Feldman dando entrevista(Foto: Walter Feldman/Divulgação)

“O ideal, se for possível, é concluir os estaduais a partir de onde pararam”, disse à Rádio Grenal.

“Estamos sintonizados em alternativas. Eu diria que ainda está relativamente preservado, à medida em que houve suspensão da Copa América, das Eliminatórias. O cenário mundial é muito sintonizado com o cenário brasileiro. E o presidente (Rogério) Caboclo tem dito que vamos dar o máximo para dar estabilidade logo após a retomada, nas condições de tempo que forem possíveis. Não pensamos em mudanças estruturais”, afirmou Wedman.

Uma das maiores discussões entre jornalistas, especialistas, amantes do futebol e cartoleiros, é a possível volta do mata-mata ao Campeonato Brasileiro, fórmula que deixou de ser utilizada em 2002, mas que muitos cogitam realmente como uma possível boa decisão.

Segundo Walter Feldman, entretanto, não houve nenhum pedido por parte dos clubes para que houvesse tal mudança. Além disso, afirmou que o retorno do futebol, na pior das hipóteses, deve ser em junho. Possivelmente tendo o início do Brasileirão com portões fechados.

 “Nós temos a esperança que na pior das hipóteses o futebol possa voltar em junho… Mas o retorno vai ser progressivo e provavelmente com portões fechados”, afirmou Walter Feldman.

“Acho que até pode ser, se as autoridades públicas considerarem que isso pode. Agora, sinto uma enorme preocupação em relação aos jogadores, à comissão técnica, esse conjunto. Eu acho que a gente vai ter que ter muita clareza nesse momento, pensando que portões fechados é uma saída”, confirmou o dirigente.

O desejo dele é igual ao de muitos cartoleiros, ansiosos pelo retorno do futebol, principalmente do brasileirão, para a volta do fantasy game que todos nós amamos!

quer mais conteúdo?

Veja publicações parecidas

MUDANÇA NA PONTUAÇÃO DO CARTOLA FC

Temos mais novidades para o Cartola FC 2020. Apesar da transmissão ter ocorrido no dia 1º de abril, nada do que foi dito é mentira.

Mais Novidades pro Cartola Fc 2020

Rolou uma live no perfil da Carol Bernardi (@acarolbernardi) no dia 20/03/2020, com Fred Ring (@fred.ring, Central de Estatísticas da Globo) e Cassius Leitão (@cassiusleitao8,

A Volta do Bragantino (Massa Bruta)

Com elenco e clube totalmente repaginado, o Bragantino está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, após quase 22 anos. Agora, está sendo gerido